O que faz um engenheiro de produção? Tudo que você precisa saber.

O que faz um engenheiro de produçãoVocê sabe o que faz um Engenheiro de Produção? Esse profissional une habilidades com números e gestão para fazer uma ponte entre os processos industriais e a parte administrativa de uma empresa. Ou seja, essa é uma excelente carreira para quem se dá bem com números mas também possui facilidade em lidar com pessoas. 

Mas como é o mercado de trabalho na área? Como funciona o curso? Qual a diferença para outras engenharias? Vamos responder todas essas perguntas neste artigo. Continue lendo e confira!

O que faz um Engenheiro de Produção?

Ao aliar conhecimentos técnicos e gerenciais, esse engenheiro é responsável por otimizar o uso de recursos, diminuir os custos de produção e melhorar a produtividade nas empresas.

Ele também garante que os planos da parte administrativa vão se tornar realidade na linha de produção. Ou seja, gerencia projetos e encontra os melhores processos para as equipes.

Mas o que faz um Engenheiro de Produção na prática? Algumas funções do dia a dia desse profissional incluem:

  • Controlar a produção;
  • Supervisionar a área de qualidade;
  • Monitorar a estocagem;
  • Cuidar do armazenamento correto de matérias-primas;
  • Desenvolver sistemas de controle financeiro;
  • Liderar times;
  • entre outras!

Por causa da natureza dessas atividades, essa é conhecida como a engenharia menos tecnológica. Mas também é a mais próxima das humanas ou das ciências sociais aplicadas. Então se você gostou de saber o que faz um engenheiro de produção, conheça mais sobre o curso a seguir!

Como é o curso de Engenharia de Produção?

Por conta das exigências da profissão, o curso de Engenharia de Produção também une disciplinas das exatas e das humanas. Essa graduação dura cerca de cinco anos e nos dois primeiros, as matérias são bem parecidas com as outras Engenharias. São muitas aulas de cálculo, física, química e computação. 

Mas nos três anos seguintes surgem as outras disciplinas, que envolvem Administração, Economia e até Gestão de Pessoas. Veja a grade curricular do curso a seguir e entenda!

Currículo do curso

  • Administração da Produção e Operações;
  • Álgebra Linear;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Cálculo Numérico;
  • Cálculo Vetorial e Geometria Analítica;
  • Ciências do Ambiente;
  • Custos Industriais;
  • Desenho Técnico;
  • Elaboração de Projetos de Engenharia;
  • Eletricidade Aplicada;
  • Engenharia de Métodos;
  • Engenharia de Produto;
  • Ergonomia, Higiene e Segurança do Trabalho;
  • Fenômenos de Transportes;
  • Física Experimental;
  • Física Teórica;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Fundamentos de Contabilidade;
  • Fundamentos de Economia;
  • Gerência de Manutenção;
  • Gestão da Qualidade;
  • Gestão de Projetos Tecnológicos;
  • Gestão do Conhecimento;
  • Introdução à Administração;
  • Introdução à Engenharia de Produção;
  • Introdução ao Cálculo Diferencial;
  • Língua Portuguesa;
  • Linguagem de Programação;
  • Lógica de Programação;
  • Logística e Distribuição Aplicada à Engenharia de Produção;
  • Macroeconomia;
  • Matemática Financeira;
  • Mecânica Geral;
  • Metodologia Científica;
  • Métodos Matemáticos Aplicados à Engenharia de Produção;
  • Microeconomia;
  • Orçamento Empresarial;
  • Pesquisa Operacional;
  • Planejamento e Controle da Produção;
  • Princípios da Ciência e Tecnologia dos Materiais;
  • Probabilidade e Estatística Aplicadas à Engenharia;
  • Projeto de Fábrica e Layout;
  • Química Geral;
  • Resistência dos Materiais;
  • Simulação da Produção e Teoria das Filas.

Além disso, os alunos ainda precisam entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir uma carga horária de estágios obrigatórios para se formar. Depois, ainda tem que se inscrever no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para poder exercer a profissão. Então preste atenção a isso!

Mercado de trabalho

Falando em exercer a profissão, chegou a hora de contar um pouco sobre o mercado de trabalho para Engenharia de Produção. Hoje em dia, esse profissional pode atuar em diversos segmentos, como finanças, telecomunicações, agronegócios e informática, entre outros. 

Com relação aos salários, eles devem seguir o piso para engenheiros, que é de 6 salários mínimos para 6 horas de trabalho. 

Além disso, por ser um curso com uma formação bem completa e uma profissão muito necessária, as oportunidades são variadas. Veja algumas das áreas de atuação a seguir!

Engenharia da Qualidade   

Nessa área, o engenheiro garante que os produtos estejam de acordo com as regras de comercialização e que funcionem da maneira correta. Para isso, utilizam softwares da qualidade, que ajudam na análise e tomada de decisão. 

Engenharia Econômica

Já essa área é mais voltada para estimativas e avaliações econômicas de uma empresa ou investimento. Para isso, o profissional utiliza ferramentas de cálculo matemático e probabilidade, então é uma área para quem gosta bastante de exatas. 

Engenharia do Produto

Outra especialização para os Engenheiros de Produção é trabalhar com todas as etapas de produção de um novo produto. Desde o projeto, passando pela produção até o lançamento. 

Engenharia Organizacional

Dentro da Engenharia de Produção também existe uma área que cuida dos processos organizacionais, fazendo o planejamento estratégico e operacional das empresas. Esses profissionais são muito requisitados em empresas que utilizam novas metodologias de gestão e querem garantir que a inovação vai fazer parte do dia a dia das equipes.

Gestão Ambiental

Por cuidar da gestão de recursos e produtividade, o Engenheiro de Produção também pode atuar com Gestão Ambiental. Nesse segmento, ele garante que a empresa vai atuar de forma responsável com a natureza e a sociedade como um todo.

Logística

Além disso, o planejamento logístico é mais uma área de atuação para o Engenheiro de Produção. Nessa função, o profissional cuida do transporte, estoque e distribuição de produtos. 

Segurança do trabalho

Por fim, existem também engenheiros que cuidam da Segurança do Trabalho em todo tipo de indústria que possa oferecer risco aos colaboradores. Esses profissionais fazem um planejamento para evitar acidentes e também orientam os trabalhadores sobre as melhores práticas de segurança.

Gostou de saber mais sobre o que faz um Engenheiro de Produção? Então continue acompanhando o blog da Estácio e saiba mais sobre essa carreira!