Dicas de Contabilidade para Médicos

A operação financeira/contábil de uma clínica ou consultório médico é de grande importância para o sucesso do negócio.

Muitos médicos trabalham em vários empregos e em seus negócios próprios e é extremamente importante ter um contador com conhecimento desse ramo para que possa dar as orientações acertadas e que saiba executar todos os serviços que o médico precisa.

Abaixo algumas dicas de contabilidade para médicos e consultórios

Pessoa física ou pessoa jurídica?

A primeira dúvida que surge ao querer abrir uma empresa médica é sobre qual a melhor opção para a prestação dos serviços: pessoa física ou jurídica? Se você deseja pagar menos tributos, o aconselhável é escolher a pessoa jurídica, sobre qual incide uma carga tributária de, em média, 13%. Para um profissional autônomo, a tributação fica em torno de 27%, mais adicional de 11% para o INSS.

Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido?

Lucro real é o modelo de tributação onde os impostos são cobrados sobre o lucro líquido do período, ou seja, é preciso que a empresa saiba informar exatamente qual foi o seu lucro. Em caso de prejuízo, a empresa fica dispensada de seu pagamento.
Para médicos e consultórios, especialistas afirmam que a opção mais vantajosa é da tributação pelo lucro presumido. A última opção é a do Simples Nacional, que já está aberto para a área médica, mas suas alíquotas não são nada vantajosas.

Quais impostos devo pagar?

O pagamento de impostos em empresas médicas é muito parecido com a de empresas de outras áreas. Vale lembrar que a abertura da empresa só é possível após sua inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Em âmbito federal, onde está a maior parte da carga tributária de qualquer empresa, os médicos e consultórios precisam estar atentos ao Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ), aquele que incide sobre os lucros. Este imposto fica entre 10 e 15% sobre os proventos.

Já para quem irá trabalhar em um consultório com diversos profissionais, como uma clínica estética, por exemplo, há também a Contribuição sobre Lucro Líquido (CSLL), que fica entre 12 a 32% sobre a receita bruta das vendas e serviços oferecidos para quem opta pelo lucro presumido e de 9% para quem opta pelo lucro real e contábil.

Temos ainda a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), que fica em 3% do faturamento mensal para empresas com lucro presumido e 7,6% para as que utilizam o lucro real. Sobre o faturamento ainda incidirá o Programa de Integração Social (PIS), com taxas entre 0,65 e 1,65%, dependendo da opção de lucro escolhida pela empresa. Para finalizar, temos a contribuição para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que fica entre 15 e 20% sobre a folha de pagamento.

Em âmbito municipal, é preciso fazer o pagamento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), que varia de acordo com cada município.

É válido ainda lembrar que o médico ou seu consultório deve manter sua contabilidade em dia, cuidando dos livros fiscais, preenchendo mensalmente o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) e o Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (DACON), além de declarar anual e corretamente o Imposto de Renda (IR).
Contabilidade mal feita ou gerenciamento financeiro feito sem uso das técnicas adequadas podem fazer um médico que ganha muito bem parecer que é um mal pagador. Seu contador tem que impedir que você vá parar no SPC ou no Serasa por esquecimento dos compromissos. Seu cartão de crédito tem que alto score para ter bom limite e fluxo de caixa da clínica. De qualquer forma se você está chegando agora num bom contador ele vai conseguir te ajudar a conseguir cartão de crédito com score baixo , se esse for o caso. Cartão de crédito e conta bancária, além da maquininha de cartão de crédito e débito são imprescindíveis numa clínica médica.

Nosso conselho é que os serviços de contabilidade para médicos e consultórios sejam feitos por profissionais habilitados para tal, sendo a melhor opção para seu negócio se manter de acordo com a leis e dando lucro.

Procure um contador de sua confiança, ele ajudará você em tudo que se refere aos impostos e declarações necessárias para a boa gestão do seu negócio.

*Escritório especializado em contabilidade para médicos e clínicas médicas