Dicas de Contabilidade para Médicos

A operação financeira/contábil de uma clínica ou consultório médico é de grande importância para o sucesso do negócio.

Muitos médicos trabalham em vários empregos e em seus negócios próprios e é extremamente importante ter um contador com conhecimento desse ramo para que possa dar as orientações acertadas e que saiba executar todos os serviços que o médico precisa.

Abaixo algumas dicas de contabilidade para médicos e consultórios

Pessoa física ou pessoa jurídica?

A primeira dúvida que surge ao querer abrir uma empresa médica é sobre qual a melhor opção para a prestação dos serviços: pessoa física ou jurídica? Se você deseja pagar menos tributos, o aconselhável é escolher a pessoa jurídica, sobre qual incide uma carga tributária de, em média, 13%. Para um profissional autônomo, a tributação fica em torno de 27%, mais adicional de 11% para o INSS.

Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido?

Lucro real é o modelo de tributação onde os impostos são cobrados sobre o lucro líquido do período, ou seja, é preciso que a empresa saiba informar exatamente qual foi o seu lucro. Em caso de prejuízo, a empresa fica dispensada de seu pagamento.
Para médicos e consultórios, especialistas afirmam que a opção mais vantajosa é da tributação pelo lucro presumido. A última opção é a do Simples Nacional, que já está aberto para a área médica, mas suas alíquotas não são nada vantajosas.

Quais impostos devo pagar?

O pagamento de impostos em empresas médicas é muito parecido com a de empresas de outras áreas. Vale lembrar que a abertura da empresa só é possível após sua inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM).

Em âmbito federal, onde está a maior parte da carga tributária de qualquer empresa, os médicos e consultórios precisam estar atentos ao Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ), aquele que incide sobre os lucros. Este imposto fica entre 10 e 15% sobre os proventos.

Já para quem irá trabalhar em um consultório com diversos profissionais, como uma clínica estética, por exemplo, há também a Contribuição sobre Lucro Líquido (CSLL), que fica entre 12 a 32% sobre a receita bruta das vendas e serviços oferecidos para quem opta pelo lucro presumido e de 9% para quem opta pelo lucro real e contábil.

Temos ainda a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), que fica em 3% do faturamento mensal para empresas com lucro presumido e 7,6% para as que utilizam o lucro real. Sobre o faturamento ainda incidirá o Programa de Integração Social (PIS), com taxas entre 0,65 e 1,65%, dependendo da opção de lucro escolhida pela empresa. Para finalizar, temos a contribuição para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que fica entre 15 e 20% sobre a folha de pagamento.

Em âmbito municipal, é preciso fazer o pagamento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), que varia de acordo com cada município.

É válido ainda lembrar que o médico ou seu consultório deve manter sua contabilidade em dia, cuidando dos livros fiscais, preenchendo mensalmente o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) e o Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (DACON), além de declarar anual e corretamente o Imposto de Renda (IR).
Contabilidade mal feita ou gerenciamento financeiro feito sem uso das técnicas adequadas podem fazer um médico que ganha muito bem parecer que é um mal pagador. Seu contador tem que impedir que você vá parar no SPC ou no Serasa por esquecimento dos compromissos. Seu cartão de crédito tem que alto score para ter bom limite e fluxo de caixa da clínica. De qualquer forma se você está chegando agora num bom contador ele vai conseguir te ajudar a conseguir cartão de crédito com score baixo , se esse for o caso. Cartão de crédito e conta bancária, além da maquininha de cartão de crédito e débito são imprescindíveis numa clínica médica.

Nosso conselho é que os serviços de contabilidade para médicos e consultórios sejam feitos por profissionais habilitados para tal, sendo a melhor opção para seu negócio se manter de acordo com a leis e dando lucro.

Procure um contador de sua confiança, ele ajudará você em tudo que se refere aos impostos e declarações necessárias para a boa gestão do seu negócio.

*Escritório especializado em contabilidade para médicos e clínicas médicas

O que faz um engenheiro de produção? Tudo que você precisa saber.

O que faz um engenheiro de produçãoVocê sabe o que faz um Engenheiro de Produção? Esse profissional une habilidades com números e gestão para fazer uma ponte entre os processos industriais e a parte administrativa de uma empresa. Ou seja, essa é uma excelente carreira para quem se dá bem com números mas também possui facilidade em lidar com pessoas. 

Mas como é o mercado de trabalho na área? Como funciona o curso? Qual a diferença para outras engenharias? Vamos responder todas essas perguntas neste artigo. Continue lendo e confira!

O que faz um Engenheiro de Produção?

Ao aliar conhecimentos técnicos e gerenciais, esse engenheiro é responsável por otimizar o uso de recursos, diminuir os custos de produção e melhorar a produtividade nas empresas.

Ele também garante que os planos da parte administrativa vão se tornar realidade na linha de produção. Ou seja, gerencia projetos e encontra os melhores processos para as equipes.

Mas o que faz um Engenheiro de Produção na prática? Algumas funções do dia a dia desse profissional incluem:

  • Controlar a produção;
  • Supervisionar a área de qualidade;
  • Monitorar a estocagem;
  • Cuidar do armazenamento correto de matérias-primas;
  • Desenvolver sistemas de controle financeiro;
  • Liderar times;
  • entre outras!

Por causa da natureza dessas atividades, essa é conhecida como a engenharia menos tecnológica. Mas também é a mais próxima das humanas ou das ciências sociais aplicadas. Então se você gostou de saber o que faz um engenheiro de produção, conheça mais sobre o curso a seguir!

Como é o curso de Engenharia de Produção?

Por conta das exigências da profissão, o curso de Engenharia de Produção também une disciplinas das exatas e das humanas. Essa graduação dura cerca de cinco anos e nos dois primeiros, as matérias são bem parecidas com as outras Engenharias. São muitas aulas de cálculo, física, química e computação. 

Mas nos três anos seguintes surgem as outras disciplinas, que envolvem Administração, Economia e até Gestão de Pessoas. Veja a grade curricular do curso a seguir e entenda!

Currículo do curso

  • Administração da Produção e Operações;
  • Álgebra Linear;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Cálculo Numérico;
  • Cálculo Vetorial e Geometria Analítica;
  • Ciências do Ambiente;
  • Custos Industriais;
  • Desenho Técnico;
  • Elaboração de Projetos de Engenharia;
  • Eletricidade Aplicada;
  • Engenharia de Métodos;
  • Engenharia de Produto;
  • Ergonomia, Higiene e Segurança do Trabalho;
  • Fenômenos de Transportes;
  • Física Experimental;
  • Física Teórica;
  • Fundamentos das Ciências Sociais;
  • Fundamentos de Contabilidade;
  • Fundamentos de Economia;
  • Gerência de Manutenção;
  • Gestão da Qualidade;
  • Gestão de Projetos Tecnológicos;
  • Gestão do Conhecimento;
  • Introdução à Administração;
  • Introdução à Engenharia de Produção;
  • Introdução ao Cálculo Diferencial;
  • Língua Portuguesa;
  • Linguagem de Programação;
  • Lógica de Programação;
  • Logística e Distribuição Aplicada à Engenharia de Produção;
  • Macroeconomia;
  • Matemática Financeira;
  • Mecânica Geral;
  • Metodologia Científica;
  • Métodos Matemáticos Aplicados à Engenharia de Produção;
  • Microeconomia;
  • Orçamento Empresarial;
  • Pesquisa Operacional;
  • Planejamento e Controle da Produção;
  • Princípios da Ciência e Tecnologia dos Materiais;
  • Probabilidade e Estatística Aplicadas à Engenharia;
  • Projeto de Fábrica e Layout;
  • Química Geral;
  • Resistência dos Materiais;
  • Simulação da Produção e Teoria das Filas.

Além disso, os alunos ainda precisam entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir uma carga horária de estágios obrigatórios para se formar. Depois, ainda tem que se inscrever no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para poder exercer a profissão. Então preste atenção a isso!

Mercado de trabalho

Falando em exercer a profissão, chegou a hora de contar um pouco sobre o mercado de trabalho para Engenharia de Produção. Hoje em dia, esse profissional pode atuar em diversos segmentos, como finanças, telecomunicações, agronegócios e informática, entre outros. 

Com relação aos salários, eles devem seguir o piso para engenheiros, que é de 6 salários mínimos para 6 horas de trabalho. 

Além disso, por ser um curso com uma formação bem completa e uma profissão muito necessária, as oportunidades são variadas. Veja algumas das áreas de atuação a seguir!

Engenharia da Qualidade   

Nessa área, o engenheiro garante que os produtos estejam de acordo com as regras de comercialização e que funcionem da maneira correta. Para isso, utilizam softwares da qualidade, que ajudam na análise e tomada de decisão. 

Engenharia Econômica

Já essa área é mais voltada para estimativas e avaliações econômicas de uma empresa ou investimento. Para isso, o profissional utiliza ferramentas de cálculo matemático e probabilidade, então é uma área para quem gosta bastante de exatas. 

Engenharia do Produto

Outra especialização para os Engenheiros de Produção é trabalhar com todas as etapas de produção de um novo produto. Desde o projeto, passando pela produção até o lançamento. 

Engenharia Organizacional

Dentro da Engenharia de Produção também existe uma área que cuida dos processos organizacionais, fazendo o planejamento estratégico e operacional das empresas. Esses profissionais são muito requisitados em empresas que utilizam novas metodologias de gestão e querem garantir que a inovação vai fazer parte do dia a dia das equipes.

Gestão Ambiental

Por cuidar da gestão de recursos e produtividade, o Engenheiro de Produção também pode atuar com Gestão Ambiental. Nesse segmento, ele garante que a empresa vai atuar de forma responsável com a natureza e a sociedade como um todo.

Logística

Além disso, o planejamento logístico é mais uma área de atuação para o Engenheiro de Produção. Nessa função, o profissional cuida do transporte, estoque e distribuição de produtos. 

Segurança do trabalho

Por fim, existem também engenheiros que cuidam da Segurança do Trabalho em todo tipo de indústria que possa oferecer risco aos colaboradores. Esses profissionais fazem um planejamento para evitar acidentes e também orientam os trabalhadores sobre as melhores práticas de segurança.

Gostou de saber mais sobre o que faz um Engenheiro de Produção? Então continue acompanhando o blog da Estácio e saiba mais sobre essa carreira!

Você sabe a Diferença entre “Paciente” e “Cliente”?

O foco dos negócios nem sempre é valorizado pelos seus donos na gestão de clínicas e consultórios, pensando somente nos efeitos finais, e acabam se esquecendo da qualidade no atendimento, que é fundamental para seu crescimento profissional a longo prazo e a fidelização e confiança do seu público-alvo.

“Cliente” e “paciente” ainda é bastante usado como o mesmo status para seu público-alvo pois muitos ainda não sabem sua diferença, mas vamos ver a seguir quais são:

  • Paciente: é a pessoa que está doente e não gostaria de ter que procurar um serviço médico, mas pelas necessidades deve se contatar ao especialista que ajudará no seu caso, ele procura então sua clínica ou consultório de forma imposta;
  • Cliente: não procura sua clínica ou consultório de maneira obrigatória, ele por vontade, prevenção ou até mesmo estética se contatará aos seus serviços, não por necessidades específicas.

clinica popular em ceilandia

Uma indicação específica de categorias de cada especialidade médica deve ser realizada com o objetivo de melhorar o atendimento e facilitar o resultado e tratamento.

Através dessa prestação específica o paciente passa para o status de cliente, o que é muito proveitoso e importante para seu negócio, além de proporcionar uma interação confortável e receptiva.

Mas no outro lado da moeda, o paciente também merece atenção diferenciada e única, por isso também é válido investir em marketing para o público que necessita de atendimento compulsório, pois a concorrência é grande e oferece cada vez mais benefícios e facilidades para atraí-lo, por isso é interessante oferecer descontos, promoções e outros benefícios, mantendo uma boa relação com esse público, que já conhece e gosta de sua clínica ou consultório.

oftalmopediatria brasilia

Tratamento do Câncer de Próstata – Novembro Azul

O tratamento é diferente para o câncer de próstata precoce e avançado.

quimioterapia

Câncer de próstata em estágio inicial

Se o câncer é pequeno e localizado, geralmente é gerenciado por um dos seguintes tratamentos:

Espera ou monitoramento vigilantes: os níveis séricos de PSA são verificados regularmente, mas não há ação imediata. O risco de efeitos colaterais, por vezes, supera a necessidade de tratamento imediato para este câncer de desenvolvimento lento.

Prostatectomia radical: a próstata é removida cirurgicamente. A cirurgia tradicional requer internação hospitalar de até 10 dias, com tempo de recuperação de até 3 meses. A cirurgia de fechadura robótica envolve um período mais curto de hospitalização e recuperação, mas pode ser mais dispendioso. Os pacientes devem falar com sua seguradora sobre cobertura.

Braquiterapia : Sementes radioativas são implantadas na próstata para fornecer tratamento de radiação direcionada.

Radioterapia conformada: Os feixes de radiação são moldados de modo que a região onde eles se sobrepõem é tão próxima da mesma forma como o órgão ou região que requer tratamento. Isso minimiza a exposição dos tecidos saudáveis ​​à radiação.

Radioterapia com intensidade modulada: são utilizados feixes com intensidade variável. Esta é uma forma avançada de radioterapia conformada .

Nos estágios iniciais, os pacientes podem receber radioterapia combinada com terapia hormonal por 4 a 6 meses .

As recomendações de tratamento dependem de casos individuais. O paciente deve discutir todas as opções disponíveis com seu urologista ou oncologista.

novembro azul

Câncer de próstata avançado

O câncer avançado é mais agressivo e se espalhará por todo o corpo.

A quimioterapia pode ser recomendada, pois pode matar células cancerígenas em todo o corpo.

Terapia de privação androgênica (ADT) , ou terapia de supressão androgênica, é um tratamento hormonal que reduz o efeito do andrógeno. Os andrógenos são hormônios masculinos que podem estimular o crescimento do câncer. ADT pode retardar e até parar o crescimento do câncer, reduzindo os níveis de andrógenos.

O paciente provavelmente precisará de terapia hormonal a longo prazo .

Mesmo que a terapia hormonal pare de funcionar depois de um tempo, pode haver outras opções. A participação em ensaios clínicos é uma opção que um paciente pode querer discutir com o médico.

A prostatectomia radical não é atualmente uma opção para casos avançados, pois não trata o câncer que se espalhou para outras partes do corpo.

Fertilidade

Como a próstata está diretamente envolvida com a reprodução sexual, sua remoção afeta a produção de sêmen e a fertilidade.

A radioterapia afeta o tecido da próstata e reduz frequentemente a capacidade de gerar filhos. O esperma pode ser danificado e o sêmen insuficiente para o transporte de espermatozoides.

Opções não-cirúrgicas também podem inibir severamente a capacidade reprodutiva de um homem.

cancer de próstata

Opções para preservar essas funções podem incluir doar para um banco de esperma antes da cirurgia, ou ter esperma extraído diretamente dos testículos para inseminação artificial em um óvulo. No entanto, o sucesso dessas opções nunca é garantido.

Pacientes com câncer de próstata podem falar com um médico de fertilidade se eles ainda pretendem ter filhos.

Estratégias para Promover sua Clínica ou Consultório

Com Marketing Digital Especializado

Você se preocupa em ter pacientes suficientes? Você está tendo pesadelos recorrentes que um dia você vai entrar e o horário estará vazio? Você é uma nova clínica lutando para melhorar sua programação diária? Aqui estão algumas estratégias para promover efetivamente sua clínica ou consultório com marketing digital para médico:

marketing digital

  1. Ter um site profissional, um blog bem escrito e uma página ativa no Facebook e no Twitter. Você deve ter uma estratégia de mídia social para se manter atualizada (ou a autopromoção desavergonhada contínua não funcionará). Publique no Facebook e no Google+ um mínimo de 10 postagens por semana.
  2. Seja ativo na comunidade. Ter uma presença clínica em feiras de saúde, eventos esportivos e em qualquer outro lugar onde você possa montar um estande. Divirta-se e pegue um mascote e traga-o também!
  3. Doe um serviço físico ou de consulta ou cosmético para um leilão de caridade local.
  4. Tenha uma casa aberta (com refrescos e prêmios de porta). Convide o público, colegas e coordenadores de encaminhamento de outras clínicas e hospitais.
  5. Torne-se o especialista. Torne-se disponível para centros de notícias locais e nacionais e publicações online e impressas para comentar sobre problemas de saúde atuais. Dê seminários e palestras sobre questões de saúde nas quais você se especialize ou tenha um conhecimento especial.
  6. Envie uma mão escrita cartão de agradecimento para cada novo paciente que chega, e para o médico que os encaminhou.
  7. Na mesma nota, envie cartões de aniversário e/ou e-mails. Esta é também uma ótima maneira de lembrar as pessoas de seus exames anuais.
  8. Envolva-se na câmara local; hospede o almoço e aprenda nas instalações locais assistidas ou na biblioteca.
  9. Distribua pacotes de cuidados aos pacientes com todos os folhetos de seus serviços auxiliares, uma caneta com as informações do seu escritório, bem como um cartão de visita com imã de geladeira.

Marketing digital oftalmologia

Marketing digital urologia

marketing digital cardiologia

Marketing digital otorrino

Outubro Rosa – Importância sobre a Conscientização

O que é Câncer de Mama?

O câncer de mama é resultado de uma multiplicação de células anormais na mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos. Quanto mais cedo o diagnóstico, mais chances de cura. Se descoberto no início, há 95% de probabilidade de recuperação total.

outubro rosa campanha

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. É o tipo que mais provoca a morte de mulheres no Brasil. A estimativa é de 60 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens.

Causas do Câncer de Mama

Não há uma causa única para o desenvolvimento da doença, porém há alguns fatores de risco que estão relacionados ao aparecimento do câncer de mama. O risco de desenvolver a doença aumenta com a idade, sendo maior a partir dos 50 anos. Veja quais os outros fatores:

Comportamentais/ambientais

  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa.
  • Sedentarismo (não fazer exercícios).
  • Consumo de bebida alcoólica.
  • Exposição frequente à radiações ionizantes (raios X, mamografia e tomografia).

História reprodutiva/hormonais

  • Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos.
  • Não ter tido filhos.
  • Primeira gravidez após os 30 anos.
  • Não ter amamentado.
  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos.
  • Ter feito uso de anticoncepcionais orais por tempo prolongado.
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Hereditários/genéticos

  • História familiar de: câncer de ovário;câncer de mama em homens; câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos;
  • Alterações genéticas herdadas na família, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

Sintomas

As mulheres devem ficar atentas às mudanças em seu corpo, que podem indicar a presença do câncer de mama. Os principais sinais e sintomas da doença são:

  • caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • alterações no bico do peito (mamilo);
  • pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • saída espontânea de líquido dos mamilos.

As mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica ao identificarem alterações persistentes nas mamas. No entanto, tais alterações podem não ser câncer de mama.

A importância do autoexame

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. É importante que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração suspeita na mama. Quando a mulher conhece bem suas mamas e se familiariza com o que é normal para ela, pode estar atenta a essas alterações e buscar o serviço de saúde para investigação diagnóstica.

Para mais informações acesse: https://med-br.com/

Diferença entre Pintura e Revestimento

Às vezes é difícil diferenciar os termos “Pintura” e “Revestimento”. Revestimento é um termo mais genérico que engloba pintura. Embora a propriedade principal do revestimento seja protetora, a tinta pode ter a importante propriedade adicional de cor junto com a proteção. As propriedades de cor da tinta podem ocasionalmente ser mais importantes do que as propriedades de proteção; no entanto, com um revestimento, a proteção é sempre de importância primordial.

Ao colocar tinta úmida e revestimento contra revestimento em pó você se encontrará avaliando cada caso individualmente para chegar a uma decisão. Para escolher a melhor técnica de acabamento de chapa metálica para o seu produto, você deve primeiro entender onde cada um deles tem sucesso e falha, assim como os princípios e processos básicos envolvidos.

Revestimento

revestimento

Este processo de acabamento envolve a aplicação eletrostática de um pó seco , revestimento flutuante em uma superfície que, em seguida, se instala com a aplicação de calor. Este revestimento em pó vem em uma série de variedades, dependendo se é feito de poliuretano, poliéster, acrílicos, epóxi reta ou poliéster-epóxi. O resultado do processo de acabamento de revestimento de energia é um acabamento resistente e espesso, que é mais duro e durável do que as tintas comuns. Este tipo de revestimento é popularmente usado em vários produtos, incluindo peças de automóveis e vários eletrodomésticos.

Quando o revestimento em pó de uma superfície, um desses dois processos pode ser optado por: termofixos e termoplásticos. O termo endurecimento faz uso de produtos químicos que reagem ao pó quando aquecidos, enquanto os termoplásticos derretem e se fixam no revestimento após o aquecimento, e não há produtos químicos adicionais envolvidos no processo. Exceto isso, os dois processos são quase semelhantes e parecem visualmente idênticos. Os pós termoplásticos e termofixos são criados ligando a entrada de pó, aplicando calor à mistura e desenrolando o produto de polímero, que é então quebrado em lascas e retificado até que um estado de pó fino seja alcançado.

Quando o pó foi criado e está pronto para ser aplicado, a superfície é preparada para aplicação. Isso normalmente envolve limpar a superfície metálica de qualquer óleo ou detrito que possa impedir que o pó se fixe completamente. Em seguida, vem a aplicação eletrostática, onde um pico eletrostático de alta tensão carrega o pó seco e a superfície. Carregar o pó e a superfície desta maneira aumenta a eficiência do processo de revestimento em até 95%, reduzindo o desperdício de tinta e garantindo que o produto seja completamente revestido.

O objeto revestido é então deixado sob alta temperatura de 400 graus por 10 minutos para permitir que o revestimento seja colocado na superfície. A alta temperatura derrete o pó, permitindo que ele envolva o objeto, o tempo todo ligando o polímero a um acabamento de polímero mais parecido com uma rede.

Vantagens e Desvantagens do Revestimento

O revestimento em pó tem vários benefícios, um dos quais já foi mencionado anteriormente. O revestimento em pó de um objeto de metal permite um acabamento denso e resistente, mais durável do que as tintas convencionais. Em segundo lugar, este processo requer apenas uma única camada, por isso é rápido, eficiente e fácil. Além de sua facilidade de aplicação, ele permite acabamentos texturizados e coloridos personalizados, pois os pós envolvidos podem ser bem manipulados. Além disso, os objetos de revestimento em pó resultam em um acabamento notavelmente uniforme, à medida que o pó se funde e se espalha por todo o objeto de uma só vez, não deixando vestígios ou gotas de aplicação. Finalmente, o processo de revestimento em pó é ecologicamente correto, pois produz compostos orgânicos voláteis mínimos.

Com uma série de benefícios, também existem algumas desvantagens do revestimento em pó . O primeiro é a sua incapacidade de produzir um acabamento fino. Embora um acabamento robusto e espesso em objetos de metal funcione bem na maioria dos casos, alguns objetos exigem um acabamento mais fino, que é onde o revestimento em pó falha. A tentativa de diluir o polímero resulta em um acabamento grosseiro e acidentado, semelhante a uma casca de laranja. Outra desvantagem é a complexidade e a natureza cara do procedimento, tornando-o inadequado para aplicações de chapa metálica em pequena escala. O processo requer equipamento eletrostático, materiais de pulverização e um forno, o que poderia ser muito trabalho e despesas para uma pequena aplicação.

Pintura

pintura

Tinta úmida tem sido usada há anos como revestimento de acabamento convencional, embora o processo tenha visto várias mudanças com o desenvolvimento tecnológico. A maioria dos procedimentos de fabricação de chapa metálica faz uso de uma bomba, spray ou outra forma de aplicador pressurizado para distribuir uniformemente a tinta sobre a superfície de metal. Chapeamento, por outro lado, é o processo de depósito de metal em uma superfície metálica condutora – pense em jóias folheadas a ouro. Os objetos podem ser banhados para efeitos de decoração, endurecimento, prevenção de corrosão, redução de atrito ou para melhorar a aderência e a capacidade de utilização da tinta.

Semelhante ao revestimento em pó, a superfície de metal é limpa primeiro, após o que a tinta líquida é uniformemente pulverizada sobre o objeto até uma espessura de cerca de 15-20 micrômetros. O processo termina quando o objeto tiver sido uniformemente revestido com tinta na espessura exigida. O processo de galvanização é muito mais complicado e irá variar dependendo do metal usado para revestimento e do efeito de acabamento necessário. O procedimento geral envolve o objeto que está sendo coberto com o metal galvanizado, sendo o calor e a pressão aplicados ao metal e ao objeto para fundi-los. Alguns processos também usam certos líquidos, aspiradores ou vapores como substitutos do calor e da pressão.

Vantagens e Desvantagens da Pintura

Tinta úmida e revestimento superam onde o revestimento em pó falha. O primeiro benefício é que ele pode ser usado para revestir objetos que não podem ser aquecidos, pois o processo não requer altas temperaturas para ter sucesso. O segundo benefício é a ampla gama de cores que o acabamento e o revestimento das chapas podem produzir, permitindo trabalhos de cores muito mais personalizados do que o revestimento em pó. A terceira vantagem que tem sobre o revestimento em pó é sua capacidade de produzir um acabamento fino, tornando-o ideal para objetos que exigem um. O benefício final é econômico; a tinta úmida é mais acessível como um processo de acabamento do que o revestimento em pó, tornando-a adequada para aplicações de acabamento grandes e pequenas.

A desvantagem da pintura úmida e do revestimento é a falta de durabilidade em comparação com o revestimento em pó, com ambos exigindo manutenção regular e re-acabamento de tempos em tempos. A segunda desvantagem da tinta é a sua incapacidade de obter um acabamento uniforme na primeira vez, com o objeto exigindo várias demãos para obter um acabamento perfeito e uniforme. Ao contrário do revestimento em pó que usa pó como revestimento inicial, este processo utiliza tinta líquida que pode ser difícil de espalhar pelo corpo do objeto, mantendo a espessura consistente.

Ginecologia – Tudo Sobre Câncer no Colo do Útero

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil estimam-se mais de 16 mil novos casos de câncer do colo do útero. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer do colo do útero é o primeiro mais incidente na Região Norte (25,62/100 mil). Nas Regiões Nordeste (20,47/100 mil) e Centro-Oeste (18,32/100 mil), ocupa a segunda posição mais frequente; enquanto, nas Regiões Sul (14,07/100 mil) e Sudeste (9,97/100 mil), ocupa a quarta posição.

Sintomas

Nos estágios iniciais do câncer do colo do útero, uma pessoa pode não sentir nenhum sintoma. Como resultado, as mulheres devem se consultar sempre com ginecologista e fazer exames regulares como o Papanicolau.

Um teste de Papanicolau é preventivo. O objetivo não é detectar o câncer, mas revelar quaisquer mudanças celulares que indiquem que o câncer pode se desenvolver, para que ações precoces possam ser tomadas.

Os sintomas mais comuns do câncer do colo do útero são:

  • Sangramento vaginal periódico;
  • Sangramento após a relação sexual;
  • Sangramento em mulheres pós-menopáusicas;
  • Desconforto durante a relação sexual;
  • Corrimento vaginal fétido;
  • Corrimento vaginal tingido de sangue;
  • Dor pélvica.

Esses sintomas podem ter outras causas, incluindo infecção. Qualquer um que tenha algum destes sintomas deve consultar um médico.

câncer colo do útero

Causas

O câncer é o resultado da divisão descontrolada e do crescimento de células anormais. A maioria das células do nosso corpo tem uma vida útil definida e quando elas morrem, novas células são produzidas para substituí-las.

Células anormais podem ter dois problemas:

  • elas não morrem;
  • elas se multiplicam.

Isso resulta em um acúmulo excessivo de células, que eventualmente forma um nódulo, também conhecido como tumor. Os cientistas não sabem ao certo por que as células se tornam cancerosas.

No entanto, existem alguns fatores de risco que são conhecidos por aumentar o risco de desenvolver câncer do colo do útero. Esses fatores de risco incluem:

  1. HPV (papillomavirus humano): Um vírus sexualmente transmissível. Existem mais de 100 tipos diferentes de HPV, dos quais pelo menos 13 podem causar câncer do colo do útero.
  2. Ter muitos parceiros sexuais ou tornar-se sexualmente ativo precocemente: os tipos de HPV causadores de câncer do colo do útero quase sempre são transmitidos como resultado do contato sexual com um indivíduo infectado. As mulheres que tiveram muitos parceiros sexuais geralmente têm um risco maior de se infectarem com o HPV. Isso aumenta o risco de desenvolver câncer do colo do útero.
  3. Fumar: Isso aumenta o risco de câncer do colo do útero e outros.
  4. Um sistema imunológico debilitado: O risco é maior naqueles com HIV ou AIDS e pessoas que se submeteram a um transplante, necessitando do uso de medicamentos imunossupressores.
  5. Estresse mental prolongado: Altos níveis de estresse durante um período prolongado podem dificultar o combate ao HPV. Um estudo publicado em 2016 apoiou isso. Os pesquisadores descobriram que: “As mulheres que relataram estratégias de enfrentamento autodestrutivas, como beber, fumar cigarros ou tomar drogas quando estressadas, tinham maior probabilidade de desenvolver uma infecção ativa pelo HPV”.
  6. Dar à luz a uma idade muito jovem: As mulheres que dão à luz antes dos 17 anos têm uma probabilidade significativamente maior de desenvolver cancro do colo do útero, em comparação com as mulheres que têm o primeiro bebé após os 25 anos de idade.
  7. Várias gravidezes: As mulheres que tiveram pelo menos três filhos em gravidezes separadas têm maior probabilidade de desenvolver cancro do colo do útero, em comparação com mulheres que nunca tiveram filhos.
  8. Pílulas anticoncepcionais: O uso a longo prazo de algumas pílulas anticoncepcionais comuns aumenta ligeiramente o risco de uma mulher.
  9. Outras doenças sexualmente transmissíveis (ISTs): clamídia, gonorreia e sífilis aumentam o risco de desenvolver câncer do colo do útero.

Para mais informações acesse: https://site-br.net/

Conheça os Tipos de Sinteco

Há dois tipos de sinteco disponíveis no mercado, de fabricantes diferentes: o tradicional e bona. O primeiro é o mais usado e convencional, com três formas e desenvolvido com ureia, água e formol.

Fosco: já o sinteco fosco é aquele que não tem brilho nenhum. A aparência da madeira fica bem natural, como se não tivesse camada de verniz. Recomendado para quem não quer dar tanto destaque ao piso, como interiores de casas e até fachadas pequenas, como passeios e calçadas.

sinteco fosco

Brilhante: como o próprio nome diz, esse tipo de sinteco dá um acabamento brilhante ao piso. Ótimo para interiores, quartos, recepções e similares.

sinteco brilhante

Semi Brilho/Acetinado: o sinteco acetinado não é tão brilhante como o primeiro, deixando um acabamento mais discreto, na média para muitas pessoas. É a melhor escolha para salas grandes, escadas e locais com muita movimentação.

sinteco acetinado

Alimentos Bons para se Concentrar – Bons para o Cérebro

cafe

Cafeína pode deixar você mais alerta: não há mágica para aumentar o QI ou torná-lo mais inteligente – mas certas substâncias, como a cafeína, podem energizá-lo e ajudá-lo a se concentrar. Encontrada no café, chocolate, bebidas energéticas e alguns medicamentos, a cafeína dá a você aquele inconfundível zunido de despertar, embora os efeitos sejam de curto prazo. E muitas vezes é menos: exagere na cafeína e isso pode deixá-lo nervoso e desconfortável.

açucar

Açúcar pode melhorar o estado de alerta: o açúcar é a fonte de combustível preferida do seu cérebro – não o açúcar de mesa, mas a glicose, que o corpo processa a partir dos açúcares e carboidratos que você come. É por isso que um copo de suco de fruta ou outro suco de fruta pode oferecer um impulso de curto prazo para a memória, o pensamento e a capacidade mental.

Tenha muito, porém, e memória pode ser prejudicada – junto com o resto de vocês. Vá devagar com o açúcar adicionado, pois tem sido associado a doenças cardíacas e outras condições.

pexies

Peixes: uma fonte de proteína ligada a um grande estímulo cerebral é rica em peixe em ácidos graxos ômega-3, que são essenciais para a saúde do cérebro. Essas gorduras saudáveis ​​têm um incrível poder cerebral: uma dieta com níveis mais elevados delas tem sido associada a menores riscos de demência e derrame e a um declínio mental mais lento; Além disso, eles podem desempenhar um papel vital no aprimoramento da memória, especialmente à medida que envelhecemos.

nozes

Adicione uma dose diária de nozes e chocolate: nozes e sementes são boas fontes da vitamina E antioxidante, que tem sido associada em alguns estudos a um declínio cognitivo menor à medida que você envelhece. O chocolate escuro também tem outras propriedades antioxidantes poderosas e contém estimulantes naturais como a cafeína, que pode melhorar o foco.

Aproveite até 30 gramas por dia de nozes e chocolate amargo para obter todos os benefícios que você precisa com um mínimo de excesso de calorias, gordura ou açúcar.

abacate

Adicione Abacates e Cereais Integrais: todos os órgãos do corpo dependem do fluxo sanguíneo, especialmente do coração e do cérebro. Uma dieta rica em grãos integrais e frutas como abacates pode reduzir o risco de doenças cardíacas e diminuir o colesterol ruim. Isso reduz o risco de acúmulo de placa e aumenta o fluxo sanguíneo, oferecendo uma maneira simples e saborosa de estimular as células cerebrais.

Os grãos integrais, como a pipoca e o trigo integral, também contribuem com fibras e vitaminas da dieta E. Embora o abacate tenha gordura, é a gordura monoinsaturada que ajuda no bom fluxo sanguíneo.

blueberry

Mirtilos (Blueberry) são super nutritivos: pesquisas em animais mostram que os mirtilos podem ajudar a proteger o cérebro dos danos causados ​​pelos radicais livres e podem reduzir os efeitos das condições relacionadas à idade, como a doença de Alzheimer ou a demência. Estudos também mostram que dietas ricas em mirtilos melhoraram tanto o aprendizado quanto a função muscular de ratos idosos, tornando-os mentalmente iguais a ratos muito mais jovens.

Tem mais de 30 anos? Dicas de Endocrinologista para Perder Peso

O aumento de peso é uma questão fisiológica que pode afetar a saúde de homens e mulheres, e a perda desse peso, após os 30 anos é mais lenta. Esse grupo perde em média de 2 a 5% de metabolismo celular a cada década. Também diminuem 1% da massa muscular a cada ano, contudo existem algumas formas para acelerar esse processo de maneira correta.

endocrinologista em brasilia

A taxa de crescimento e os hormônios: O metabolismo é muito vasto e abrange vários hormônios. Para uma pessoa saudável, continuar com um bom rendimento muscular é indispensável ela continuar com o mesmo ritmo de musculação e exercícios aeróbicos que realizava antes dessa idade. Para aqueles que sofrem com a depressão e o sedentarismo, apenas fazendo dieta vai demorar mais para emagrecer.

Como acelerar o metabolismo: mantenha os exercícios aeróbicos, e não deixe de fazer musculação. Estudos científicos confirmam que a musculação é um ótimo exercício para a manutenção da energia corporal.

Dormir bem: ter uma noite de sono é primordial para que a pessoa emagreça, pois de nada adianta ela se exercitar, parar de comer guloseimas, mas dormir mal. Quando dormimos bem, as células cerebrais são renovadas, algo essencial para a manutenção da vida. O correto são 8 horas por noite.

Exercícios regulares: a prática regular dos exercícios físicos devem estar na agenda pessoal de cada um. Quanto à musculação, basta ser feita três vezes ao dia, com uma média entre meia hora a 50 minutos, sem exageros. O restante é exercício aeróbico.

Finais de semana: ás vezes, está liberado um doce, um churrasco ou uma pizza. É aconselhado que essa saída da rotina seja produtiva porque deixa nosso organismo meio embaralhado e quando voltarem a seguir as recomendações, o metabolismo vai voltar a se acelerar.

Alimentação balanceadaé indispensável uma alimentação saudável, pois o que emagrece uma pessoa é ela comer direito, sem excessos. Deve-se comer mais vezes ao dia, só que em menores quantidades. E diminuir as frituras e refrigerantes das refeições.

Suplementos alimentares: primeiramente esclarecer o mito de: nenhum suplemento alimentar emagrece, apenas ajudam por algum tempo a acelerar o metabolismo. A questão é individualizar esse consumo, quando detectado por um profissional. Os suplementos alimentares tem efeito elástico, quando deixamos de tomar, tudo retorna ao início.

Endocrinologistas recomendados:

  1. Endocrinologista Brasilia
  2. Clínica de Endocrinologia –

Agendamento de consulta Psiquiatra em Brasília DF

Onde marcar online uma consulta com psiquiatra em Brasilia?

Em Brasilia DF tem uma clínica de psiquiatria e psicologia que atende Caixa Saúde, amil e outros 30 convênios, onde marcamos a consulta pelo site ou pelo whatsapp.

Clinica de Psiquiatria em Brasilia Clínica Perspectiva.
Veja aqui o mapa e comentários de pacientes.

As Consultas pode ser pelos convenios abaixo ou particulares. Sempre tem vaga pra datas próximas.
psquiatra brasilia df

AMIL , MEDIAL e mais esses abaixo:
01 – AFEB BRASAL
02 – AFFEGO
03 – ASETE (ASTE)
04 – ASFUB
05 – BACEN
06 – BRB SAÚDE
07 – CAEME-GO
08 – CAESAN
09 – CAMED
10 – CARE PLUS
11 – CASEC (CODEVASF)
12 – CASEMBRAPA (EMBRAPA)
13 – CNTI
14 – CONAB
15 – E-SAUDE
16 – E-VIDA (ELETRONORTE)
17 – EMBRATEL
18 – FACEB
19 – FAPES (BNDES)
20 – FASCAL
21 – GAMA SAÚDE
22 – GEAP
23 – GRAVIA
24 – INFRAERO
25 – LIFE EMPRESARIAL
26 – MEDISERVICE
27 – NOTRE DAME
28 – OMINT SAÚDE
29 – PAME (SUSPENSO)
30 – PETROBRAS DISTRIBUIDORA
31 – PETROBRAS PETRÓLEO
32 – PLAN ASSISTE (MPDFT)
33 – PLAN ASSISTE (MPF)
34 – PLAN ASSISTE (MPM)
35 – PLAN ASSISTE (MPT)
36 – PLAS/JMU (STM)
37 – POSTAL SAÚDE (ECT)
38 – PROASA
39 – PRÓ-SAÚDE (TJDFT)
40 – PRÓ-SER (STJ)
41 – PRÓ-SOCIAL (TRF)
42 – REAL GRANDEZA
43 – SAÚDE CAIXA
44 – SEGUROS UNIMED
45 – SERPRO
46 – SIS (SENADOR)
47 – STF-MED (STF)
48 – TRE SAÚDE
49 – TRT SAÚDE
50 – TST SAÚDE
51 – UNAFISCO (SINDIFISCO)

Psiquiatra Brasília DF

Revolucionário tratamento de varizes

NOVO TRATAMENTO REVOLUCIONÁRIO PARA VARIZES COM LASER CLACS

As pernas cansadas pelas varizes e a sensação de queimação são apenas alguns dos sintomas associados às varizes, uma condição que afeta uma em cada duas pessoas e não é apenas relacionada à idade. Muitas pessoas acreditam que é apenas uma questão estética quando, na realidade, é uma doença crônica que afeta um número crescente de pessoas na região a cada ano, causando um impacto negativo direto na qualidade de vida das pessoas.

Varizes e vasinhos (aranhinhas), são as mesmas, mas diferem em tamanho. Parece uma grande estrutura em forma de veias grossas, enquanto a outra é uma rede mais fina verde ou roxa de veias, como uma tela de aranha.

Eles são o resultado de válvulas fracas ou danificadas nas veias. As válvulas tornam-se danificadas quando não se abrem para permitir que o sangue deixe as veias, fazendo com que o sangue faça backup e faça as veias se inundarem.

Ambas as veias varicosas e aranhas causam dores dolorosas e desconforto que podem piorar progressivamente. Se não forem tratados, eles podem causar várias complicações, como úlceras venosas (feridas) e insuficiência venosa crônica, quando as veias das pernas não conseguem bombear o volume de sangue necessário para o coração.

As mulheres grávidas também podem desenvolver varizes porque a gravidez aumenta o volume de sangue no corpo de uma mulher e o feto em crescimento comprime a veia ao longo do trato, causando maior pressão nas veias da perna. Todos esses fatores podem causar danos irreversíveis nas paredes da veia e, enquanto as varizes podem reduzir após o parto, fazendo com que a pessoa acredite que está curada, o dano irreversível permanecerá e reaparecerá no caso de uma segunda gravidez.

O Dr. Ricardo Tavares, cirurgião vascular especialista do Hospital Anchieta (Clinica de tratamento de varizes Corpore Sano), diz: “É muito comum ter varizes e vasinhos(aranhinhas) em uma perna, mas são bem diferentes. Os vazinhos, por exemplo, são pequenas, leves ou vasos sanguíneos roxos que podem ser vistas sob a pele, enquanto as varizes são estiradas nas veias onde os vasos sanguíneos se juntaram.

Enquanto a maioria dos pacientes tratados com varizes são mulheres, os homens também sofrem de doenças venosas, mesmo que sejam menos propensos a procurar tratamento. No entanto, fatores como hereditariedade, gravidez, profissão e obesidade também podem contribuir “.

novo tratamento de varizes

Quando uma pessoa tem os sinais e sintomas de varizes, deve frequentar um especialista para que suas veias sejam examinadas em um estudo de ultra-som completo para eliminar o envolvimento de veias grandes e tratar o problema de suas raízes, para evitar qualquer outra complicação da insuficiência venosa .

A parte visual da condição é tão importante quanto a médica, uma vez que ter varizes na perna pode fazer com que as pessoas se tornem autoconscientes.

No entanto, a ajuda está em mãos, uma vez que uma nova técnica chamada ClaCS (Cryo Laser e Cryo Scleroterapia) promete acabar com as veias dilatadas e agora está sendo feita na clínica corpore sano pelo cirurgião vascular Dr Ricardo Tavares do Hospital Anchieta em Taguatinga-DF.

ClaCS é o novo aliado na luta contra varizes e veias de aranha que combina laser, escleroterapia e jatos de ar frio na pele usando sofisticados dispositivos de última geração.

O tratamento com ClaCS começa pela aplicação de um dispositivo que projeta uma imagem da sofisticada rede de veias debaixo da pele para determinar as veias alimentadoras.

exame para varizes

Em seguida, o resfriamento da pele fica a uma temperatura de até -20 ° C, o que ajuda a reduzir a dor no local de aplicação. Em seguida, um especialista utiliza um laser que emite pulsos de luz que passam pelas camadas superficiais da pele para atingir os vasos sanguíneos, seguido da injeção de medicação na área. Isso faz com que as veias direcionadas fechem, endurecem e se desintegram sem danificar o tecido da pele.

O tratamento minimamente invasivo não requer anestesia e é relativamente rápido em comparação com outros tratamentos.

“A grande vantagem é que os pacientes não exigem o uso prolongado de curativos ou meias de apoio, como outros tratamentos cosméticos já conhecidos. ClaCS oferece resultados rápidos e efetivos e é relativamente indolor. Mas não é, de modo algum, uma solução completa para varizes “, explica o Dr. Ricardo Tavares.

“O objetivo geral é eliminar as varizes, mas o risco de recorrência depende dos fatores de hereditariedade do paciente e do modo de vida. O risco aumenta se o paciente não tomar várias precauções de saúde, como exercitar-se regularmente, abster-se de fumar e monitorar seu peso “.

fontes com adaptações: https://varicoseveins.org/

https://en.wikipedia.org/wiki/Endovenous_laser_treatment

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25858333